InícioCachorrosMedicamentosAntibiótico e AnalgésicoGiardicid Suspenção 50ml

Giardicid Suspenção 50ml

REF.: 274801
Categoria:

Medicamento para o controle da Giardíase e outras infecções intestinais em Cães e Gatos

Produto temporariamente sem estoque

Descrição

Em caninos e felinos, para o tratamento da giardíase causada por Giardia spp.; da coccidiose causada por Isospora canis e Isospora ohioensis; da trichomoníase causada por Trichomonas spp.; da amebíase causada por Entamoeba histolityca; bem como de infecções entéricas causadas por microrganismos sensíveis à sulfadimetoxina e ao metronidazol, tais como: Bacteroides spp.; Fusobacterium spp. e clostridioses causadas por
Clostridium spp.

Fórmula:
Cada comprimido de 200 mg contém:
Metronidazol………………………………………………..50 mg
Sulfadimetoxina……………………………………………50 mg
Excipiente q.s.p…………………………………………..200 mg

Posologia e modo de usar:
Em caninos:
Administrar por via oral, 25 mg de metronidazol e 25 mg de sulfadimetoxina para cada Kg de peso corporal, a cada 12 horas, durante 5 dias (meio comprimido para cada 1 Kg de peso corporal de 12 em 12 horas). As doses bem como a duração do tratamento poderão ser alternados a critério do Médico Veterinário.
Em felinos:
Administrar por via oral, 12,5 a 25 mg de metronidazol e 12,5 a 25 mg de sulfadimetoxina para cada Kg de peso corporal, a cada 12 horas, durante 5 dias (um quarto a meio comprimido para cada 1 Kg de peso corporal de 12 em 12 horas). As doses e a duração do tratamento poderão ser alteradas a critério do Médico Veterinário.

Contraindicações:
O produto é contra-indicado em animais sabidamente hipersensíveis ao metronidazol, à derivados do nitroimidazol ou às sulfonamidas.
Recomenda-se não utilizar a droga em animais severamente debilitados, em gestação, em lactação ou recém-nascidos.

Efeitos adversos:
Os efeitos adversos descritos em cães que receberam superdosagens ou em cães hipersensíveis ao metronidazol incluem: desordens neurológicas, letargia, fraqueza, neutropenia, hepatotoxicidade, hematúria, anorexia, náuseas, vômitos e diarréia.
A sulfadimetoxina é uma droga segura, porém em caso de tratamento prolongado ou sobredosagem (cerca de 1 g/Kg) poderão ocorrer sialorréia, vômitos, diarréia, hiperpnéia, excitação, miastenia, ataxia e rigidez espástica dos membros. Em casos de intoxicação crônica podem ser observados distúrbios do sistema hematopoiético e agranulocitose transitória.

Interações medicamentosas:
O metronidazol pode prolongar o tempo de protrombina em pacientes recebendo warfarina ou outros anticoagulantes cumarínicos. Deve ser evitado o uso simultâneo das drogas ou ser intensificado o monitoramento.
O fenobarbital e a fenitoína podem aumentar o metabolismo do metronidazol reduzindo os níveis sangüíneos.
A cimetidina pode reduzir o metabolismo do metronidazol e aumentar os níveis sangüíneos da droga.

Precauções:
Deixar sempre água fresca à disposição dos animais tratados.
Não tratar animais com hipersensibilidade conhecida aos princípios ativos.
Usar com cautela em animais com disfunção hepática ou renal.
Em alguns animais de laboratório o metronidazol foi referido como teratogênico mas não há informação sobre esse efeito em cães e gatos. A menos que os riscos aos fetos compensem os benefícios à mãe, deverá ser evitada a utilização durante as 3 primeiras semanas de gestação.